Última operação da Arsepam em 2021 registrou fluxo superior a 24 mil passageiros no transporte intermunicipal

Maior fluxo de saída de passageiros foi no dia 30 de dezembro

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Amazonas (Arsepam) registrou, na última operação de 2021, que 24.491 pessoas utilizaram os serviços de transporte rodoviário e hidroviário intermunicipal, para acessar outros municípios do estado. Ao todo, em quatro dias de trabalho, no período de 30 de dezembro de 2021 a 2 de janeiro deste ano, o órgão efetuou 1.068 fiscalizações.

As equipes da Arsepam não registraram, em nenhum dos sete postos de fiscalização presentes nas principais saídas da capital, infrações graves que resultassem na aplicação de auto de constatação aos operadores.

O diretor-presidente da autarquia, João Rufino Júnior, explicou que a regularidade das operações ajuda a coibir práticas irregulares. Para este ano que inicia, o gestor adiantou que os trabalhos de fiscalização serão ampliados, com o intuito de oferecer um transporte cada vez mais seguro para a população.

“Não tivemos registros de ocorrências das viagens com saída de Manaus, e isso corrobora a ideia de que o reforço na fiscalização de fato coíbe, inibe o serviço irregular e clandestino. Isso assegura que o serviço [regular] tenha mais qualidade e segurança acima de tudo”, disse o gestor.

Rufino Júnior antecipou ainda que, neste ano, está prevista no planejamento da Agência Reguladora a expansão para pelo menos 30 municípios do estado. “Para que possamos atuar nas saídas de outras cidades, oferecendo um serviço de transporte intermunicipal mais seguro e melhor para a nossa população”, assinalou.

Registros – No modal rodoviário, a Arsepam efetuou 725 fiscalizações e registrou a saída de 8.554 pessoas. Seguindo a perspectiva divulgada anteriormente pelo órgão, as cidades mais procuradas pelo público foram Itacoatiara (1°), Manacapuru (2°) e Iranduba (3°), distantes respectivamente 176, 68 e 27 quilômetros da capital.

Nessa modalidade, a maior saída de passageiros foi dia 30 de dezembro, com 2.724. A menor incidência foi no dia 31, com 1.557.

Pelos rios – No transporte hidroviário, a Agência Reguladora fiscalizou 343 embarcações e contabilizou a saída de 15.937 pessoas. Os municípios com maior fluxo de passageiros foram Careiro da Várzea (1°), Iranduba (2° – Distrito de Cacau Pirêra) e Tefé (3°), distantes respectivamente 25, 27 e 523 quilômetros de Manaus.

Assim como no transporte rodoviário, a data com maior saída no modal hidroviário foi 30 de dezembro, com 5.546 usuários, e a menor foi 1° de janeiro, com 2.323.

Pontos – Os postos de fiscalização da Arsepam no serviço de transporte rodoviário intermunicipal são Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim – Rodoviária de Manaus, bairro Flores, zona centro-sul; Ponte Jornalista Phelippe Daou (Ponte Rio Negro), em Iranduba; Barreira de Fiscalização Estadual (AM-010 e BR-174), bairro Santa Etelvina, zona norte; e Barreira da Avenida das Flores, bairro Lago Azul (entrada do Viver Melhor 1), zona norte.

No transporte hidroviário, os postos de fiscalização são: Porto Público Privatizado de Manaus e balsas da Manaus Moderna, ambos situados no Centro; e Porto da Ceasa, na zona sul.

A Operação Viagem Segura – Ano Novo contou com o apoio do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran); da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); e da Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH).